Facebook

HOMER       ARTIGOS      AULAS       ENSAIOS       DOWNLOAD       VÍDEOS       CONTATO

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Como fazer uma classificação vocal.






Classificação Vocal:

Um coral é dividido em um grupo de vozes mais graves, médias e agudas e essa divisão e feita a partir das categorias de vozes.
É necessário levar em consideração vários fatores, por isso, é importante ter um conhecimento suficiente para juntar as características de um cantor analisar e dizer em qual categoria a voz dele se encaixa.

Nem sempre e possível fazer uma classificação de imediato quando o cantor é iniciante, sendo necessário fazer um trabalho de técnica vocal durante um tempo para só depois fazer a classificação vocal. A um período em que a voz da mulher e principalmente a do homem passa por mudanças maiores, portanto, só é possível fazer a classificação vocal na fase adulta.


Qualidades do som: Intensidade, altura e timbre.

1.    A tessitura – é conjunto de notas que o canto pode emitir facilmente.
2.   A extensão vocal – abrange a totalidade dos sons que a voz pode realizar.

A extensão vocal pode variar de acordo com:

. A forma e o volume das cavidades de ressonância.

  Que são variáveis para cada indivíduo.

. O comprimento e a espessura das cordas vocais.

. O timbre que é uma qualidade do som que permite diferenciar cada

pessoa, de reconhecê-la... Ele é apreciado de modos diferente.

3.   A capacidade respiratória e o desenvolvimento torácico e abdominal.

4.   A altura tonal da falada, desde que o sujeito utilize aquela que corresponde à sua constituição anatômica.

5.    A amplitude vocal que indica uma voz com sonoridades amplas, arredondadas sobre toda a extensão anatômica.

6.   A intensidade que permite a potência sem esforço.

7.    O temperamento que representa o conjunto das qualidades do canto em relação às suas possibilidades vocais.

8.   As características morfológicas. Geralmente admitimos que um tenor ou um soprano são brevilíneos, baixos e gordos, que um baixo ou um contralto são altos e magros!... Mas isto não é uma constante. Há tantas exceções que estes fatores não podem ser considerados como determinantes. Eles podem apenas confirmar os fatores predominantes e facilitar a classificação.


De acordo com a tessitura, altura e timbre podemos classificar as vozes em:


Mulheres:

Soprano (voz mais aguda/clara).

Mezzo-Soprano (mezzo quer dizer meio e é a voz intermediária, entre soprano e contralto).

Contralto (voz mais grave/escura).


Homens:

Tenor (voz mais aguda/clara).

Barítono (voz intermediária entre Terno e Baixo).

Baixo (voz mais grave/escura, com mais peso).



Vejamos o exemplo dos diferentes timbres masculinos em um vídeo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário