Facebook

HOMER       ARTIGOS      AULAS       ENSAIOS       DOWNLOAD       VÍDEOS       CONTATO

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

A voz não é tudo?


Renata Scotto, considerada a mais importante soprano italiana da segunda metade do século XX, ela ministra pela primeira vez um curso na Espanha de interpretação vocal em La Coruña organizado pelos Amigos da Ópera, onde afirma que a voz não é tudo. Sem comunicação emocional, sem calor humano, digo-lhe que a voz é inútil. Há tantas coisas além de uma voz bonita...

Esta não é a primeira vez que a soprano foi responsável por um grupo de estudantes, a Scotto já realizou cursos em Roma, Nova York ou Tóquio, mas esta é a primeira vez que desenvolve um projeto dessas características na Espanha e ela faz convidado pelos amigos da ópera por ocasião do seu 65º aniversário. Internacionalmente, Renata Scotto é considerada a soprano mais importante da segunda metade do século 20 após Maria Callas. No Metropolitan de Nova York, seu reinado era absoluto, com óperas de referência como suas personagens célebres de "The Triptych" ou "Manon Lescaut" de Puccini. l

Essa singela senhora quando pede a um aspirante que abandone o curso porque sua técnica de canto é insuficiente. Ela mesma recomenda vários mestres de canto para rebocar seu instrumento. E diz: “E depois volte”.

Porque a sabedoria infinita de Scotto está no campo da interpretação. Foi dita a melhor “atriz cantora” na história, por causa de suas criações de ópera.   Daí o seu amor por Puccini.”Verdi dá ao cantor todas as possibilidades que a voz humana chega ao canto”, ele escreve, escreve cores, virtuosismo, drama, intensidade .... Mas Puccini também exige que você seja um ator, é o verdadeiro teatro e é por isso que é fascinante.”


E como ela fez suas criaturas do palco? Antes de mais, lendo adquirindo conhecimento da ópera que você vai representar. Quantas vezes eu não li ‘The Lady of the Camellias’ antes de fazer um Traviata! Ele exclama. Então entre no compositor, seu estilo e momento, e estude sua partitura, porque existe tudo na música. E o último elemento é ler o livreto e as palavras que o alcançam dentro.